Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nota Dissonante

Se a vida te der limões faz uma limonada.

Nota Dissonante

Se a vida te der limões faz uma limonada.

30/10/18

A Sopa de Beterraba

Ontem tinha consulta de oncologia. Para a médica não me chatear por causa dos níveis de ferro, andei desde segunda-feira da semana passada a comer sopa de beterraba com espinafres.

Infelizmente, devido à greve, só estavam a fazer análises ao sangue a doentes oncológicos que fossem fazer quimioterapia. Não é o meu caso.

Acabei por não ir à consulta, afinal, não ia lá fazer nada.

Agora, voltou tudo à estaca zero. Vou marcar nova consulta e, uns dias antes, desato a comer sopa de beterraba.

Já não posso com a sopa !!!!

IMG_20181016_180909_1CS.jpg

publicado às 07:35
26/10/18

Olha, o Peru Está Morto !

Quando eu era adolescente, houve uma época em que passávamos férias numa quinta. Os donos moravam numa casa grande e alugavam casas mais pequenas dentro da propriedade.Havia sempre animais : gansos, galos, galinhas e, num ano, havia um peru bebé.

Eu apanhava o peru e pegava nele ao colo, enquanto jogava às cartas com as outras raparigas. Ele refilava um bocado porque os animais não gostam de estar de barriga para cima, mas como era bebé acabava por aninhar-se e adormecer.

Um dia, meti o peru dentro de casa e os meus pais não acharam piada porque pensaram que ele fosse sujar, mas, pelo contrário, ele viu uma mosquinha pousada na porta de um móvel e zás, engoliu-a. Se eu lhe achava piada, passei a achar ainda mais.

Uns dias depois, o meu pai foi à porta e disse :

- Olha, o peru está morto !

- Está morto !!???? - Perguntei entre o surpreendida e o chocada com a situação.

Fui à rua e vi-o a saltitar alegremente.

O meu pai tinha-o visto deitado na estrada, completamente esticado e com as patas para trás e, por isso, pensou que ele estivesse morto. Para meu alívio continuava bem vivo.

IMG_20181003_171646_1CS.jpg

publicado às 08:38
24/10/18

As Traças

De vez em quando, aparece-me uma traça em casa ou um casulo na parede que me apresso a matar.

Tenho o quarto cheio de sacos de alfazema, para as afugentar, mas não me atrevo a usar muita naftalina porque aquilo é perigoso.

Até estou com medo de inspecionar a minha roupa de lã, vestidos e camisolas, que adoro com receio que as traças tenham feito um banquete, apesar dos meus cuidados.

E vocês, como se livram das traças ?

IMG_20180828_104919_2CS.jpg

publicado às 07:14
23/10/18

Roubaram-me o Carro

Um destes dias, fui ao supermercado.

Pedi para me entregarem as compras em casa. Estava ocupada a pagar e a assinar papelada e quando fui colocar algumas coisas que quis trazer comigo, no carro das compras, vi que este tinha desaparecido.

O mais estranho é que isto passou-se num dia de semana, de manhã, ou seja, havia imensos carros à disposição.

Se formos a ver não me roubaram o carro porque aquilo é do supermercado, roubaram-me a moeda de plástico.

IMG_20180912_152158_1CS.jpg

publicado às 08:52
22/10/18

O Sumo

Certa vez, na faculdade, a minha amiga estava a beber um sumo de pacote e diz-me :

- Não gosto do sumo.

- Ai, não ? Dá cá isso !

Enquanto ela vigiava a ver se não vinha ninguém, eu deitei o conteúdo do pacote para dentro do cacifo de uma professora de quem não gostávamos.

Os cacifos tinham uma ranhura grande ( tamanho A 4 ) que se destinava a que os alunos pudessem colocar lá dentro trabalhos escritos.

Não tenham pena da tipa porque ela chumbou imensas alunas, sendo que algumas colegas nossas nunca conseguiram acabar o curso, ainda por cima por causa de uma disciplina que não interessava para nada.

1605 2017 048.jpg

publicado às 08:12
18/10/18

Formas Criativas de Matar o Tempo

Deixo aqui umas sugestões para quando estiverem com tédio :

Matar um familiar próximo

Principalmente, se estiverem uns trocos em jogo.

A Polícia nunca vai descobrir nada, basta mentir com convicção. Caso alguém não acredite, mudem a versão dos acontecimentos as vezes que forem precisas. Se for necessário digam que foram ameaçados por indivíduos de uma minoria étnica. Esta cola sempre.

Apupar suspeitos de crimes

Notem bem que eu disse apupar e não apalpar porque apalpar um desconhecido é, no mínimo estranho, mas ir para a rua gritar insultos a desconhecidos é aceitável.

Não se esqueçam de ir ao cabeleireiro, e desencantem o colar de pérolas que estava guardado numa gaveta, há décadas, para o caso de serem entrevistados por um canal televisivo. Para não darem nas vistas, digam que iam a passar ali, por acaso, naquele momento.

Furtar armas

Seja de uma esquadra ou de um paiol militar, também ninguém vai descobrir, e dá sempre jeito ter um arsenal guardado na cave lá de casa.

Já imaginaram a quantidade de coisas que se pode fazer com armas ? Desde um golpe de estado, a assaltar um banco, a vendê-las a um país do 3.º mundo, as hipóteses são variadas.

Ir a um jogo de futebol várias horas antes do dérbi começar

De preferência quando jogam dois clubes daqueles que não se gramam mesmo.

Com sorte, andam ao murro, ao pontapé e à pedrada, e depois vão parar ao hospital.

IMG_20180928_121951_2CS.jpg

publicado às 08:38

Pág. 1/3

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.