Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nota Dissonante

Se a vida te der limões faz uma limonada.

Nota Dissonante

Se a vida te der limões faz uma limonada.

15/10/17

Os Meus Vizinhos Levam Porrada

Há uns 10 anos atrás, os meus vizinhos do lado eram um casal com cerca de 50 anos e tinham um cão. Claro que eu adorava o cão. Por isso, quando deixei de ouvir as unhas dele no chão de mármore da escada fiquei preocupada.

Mais estranho ainda, alguém saía de casa, trancava a porta e voltava passados poucos minutos como se tivesse esquecido de alguma coisa. Isto repetidamente. Todos os dias e a várias horas do dia.

Acabei por saber que a mulher se tinha ido embora e levado o cão. Soube também que o homem devia dinheiro a alguém.

Um dia, olhei pela janela e vi o vizinho de muletas.

- O vizinho deve ter levado uma sova porque anda de muletas. - Comentei com o meu marido.

- Não, deve ter caído.

- Não achas coincidência ele dever dinheiro a alguém e aparecer de muletas ?

Veio a confirmar-se que eu tinha razão.

De vez em quando, apareciam homens a querer falar com o vizinho e, como ninguém atendia, tentavam tirar nabos da púcara tocando para minha casa.

Não creio que o senhor fosse desonesto, apenas os negócios deixaram de dar lucro e ele ficou sem dinheiro.

Acabou por fugir para França.

Após uns anos em que a casa esteve vazia, penhorada pelo banco, foi comprada por um homem que vivia sozinho.

Há uns meses, estava eu a ver tv, quando noticiaram que havia desacatos num jogo de futebol. Algumas pessoas ficaram feridas e uma delas era o meu vizinho do lado.

Vizinho.jpg

Entretanto, este novo vizinho vendeu a casa e ontem duas senhoras que aparentam ser mãe e filha mudaram-se para lá.

Será que também vão levar porrada !?

publicado às 12:41
12/10/17

Homens ou ET's ?

A mami que me desculpe mas surripiei isto do blog dela :

1 -sabia que é possível alugar namoradas em portugal por 60 euros/hora? parece que o mundo está mesmo a ficar louco, ou então a solidão é avassaladora. será que deixámos de saber como nos relacionar, naturalmente, com o outro. "não é suposto haver contacto físico. aqui não há sexo envolvido. (...) os nossos clientes ‘compram’ habitualmente estas namoradas para passeios, jantares fora e cinema. queremos dar aos homens uma oportunidade de desfrutar dos benefícios de ter uma namorada sem todos os aborrecimentos. (...) alugar uma namorada faz um homem sentir como é querido, amado, cuidado e todos os mesmos sentimentos de ter uma namorada real".

Onde é que estão esses homens ??? São mesmo homens, não são ET's nem nada ???

É que os homens que eu conheço não gostam de passear, nem de ir jantar fora nem de ir ao cinema.

Eu sei que conheço pouca gente mas, pelo que oiço, as outras mulheres queixam-se do mesmo.

publicado às 13:44
11/10/17

Ontem Fiz Batota

Há semanas, o meu pai propôs-me fazermos perguntas de cultura geral um ao outro e eu aceitei.

Ontem, ele perguntou-me quem era o Nero da Trafaria. Confesso que nunca tinha ouvido tal coisa, mas não perdi a compostura.

- Já ouvi falar...hum...acho que me lembro de qualquer coisa - Disse enquanto procurava no Google.

- Ah, já me lembro, era o Marquês de Pombal.

publicado às 09:32
10/10/17

Ao Que Isto Chegou

Uma rapariga a pedir esmola na rua. Como não tinha ar de precisar de dinheiro perguntaram-lhe qual era o objetivo e ela :

- É para comprar o traje académico.

Se fosse para comprar livros ou pagar propinas, era aceitável, mas para comprar um traje académico !?

Eu nunca tive traje académico e nunca senti falta.

publicado às 16:00
09/10/17

Na Feira da Ladra

Quando eu tinha 16/17 anos costumava ir vender para a Feira da Ladra porque os estudantes tinham permissão para vender naquela feira. Não sei se ainda têm.
Aos sábados, por volta das 5 h da manhã, acordava e ia ter com umas amigas minhas que eram irmãs e lá íamos as três com objectos para vender. Pelo que me lembro eram só roupas e anéis velhos e uma vez vendi uma mala da escola. Por volta das 11 horas já tínhamos vendido tudo e tínhamos uns trocos nos bolsos.
Numa dessas vezes, calhou ficarmos ao lado de um velhote que teria uns 70 anos e, enquanto nós vendemos tudo rapidamente, o velhote não vendeu nada. Ele estava sentado num banquinho portátil a vender tomadas e fios eléctricos, pilhas, um rádio...
Então resolvemos ajudar o velhote. Uma de cada lado, começamos a chamar as pessoas :
- Comprem, comprem as coisas do avozinho !
As pessoas começaram a juntar-se ali à volta a fingir que estavam muito interessadas nos objectos, mas o que queriam era perceber a situação, até que houve um homem que perguntou :
- Mas elas são mesmo suas netas ?
- Não são nada, estão só a chatear-me !
E eu com um tom magoado :
- Ó avô, como é que é capaz de dizer uma coisa dessas !?
O que é certo é que ele lá conseguiu vender um artigo ou outro. Entretanto, passou um senhor e mostrou-se interessado no rádio que o velhote estava a vender, mas disse :
- Eu não lhe dou mais que três contos porque esse rádio já foi mexido por dentro.
- Não foi nada mexido, que disparate ! - protestou ele.
- Então o senhor está a chamar mentiroso ao avozinho !?- perguntei eu com um tom indignado - o avô não é mentiroso !
O homem foi-se embora, mas de vez enquanto voltava com a mesma conversa.
No meio daquilo tudo, um homem jovem reparou que um dos artigos era uma caixa de preservativos ( com a embalagem muito danificada, ainda por cima ) e disse que aquilo não servia para nada ao velhote... 
Como o velhote estava sempre a protestar connosco acabámos por desistir de o ajudar e fomos dar uma volta pela feira, mas que foi cómico, foi.

publicado às 12:12
06/10/17

Feeling

Na última consulta a oncologista queixou-se que está cheia de trabalho, e eu percebi que era verdade porque ela tinha uns 3 cm de raizes do cabelo por pintar. Segundo disse não são só os médicos, as enfermeiras e os funcionários administrativos também.

Quando me deram os medicamentos, limitei-me a guardá-los na mala, mas quando cheguei a casa é que me apercebi que a dose tinha sido aumentada. Visto que me prolongou o tratamento, não fazia sentido aumentar também a dose.

Estive para telefonar ou para aparecer lá para esclarecer a dúvida, mas como estão cheios de trabalho não quis incomodar. Optei por não tomar os comprimidos extra que ainda por cima me fazem perder bocados da pele dos pés.

Hoje, perguntei-lhe se me tinha aumentado a dose e ela disse que não, até viu a cópia do documento que me passou no pc. Devem ter sido as enfermeiras que se enganaram, ou então ela imprimiu o documento dos primeiros tratamentos.

Reparei que desta vez ela não tinha as raizes do cabelo à vista, mas estava com buço.

Ainda bem que eu tive o feeling que a dose estava errada.

publicado às 16:49
04/10/17

Dia Mundial do Animal

Hoje é Dia Mundial do Animal e, como adoro animais, não podia deixar passar este dia em branco.

Os animais são das melhores coisas do mundo, nem  compreendo como há pessoas que não gostam deles. Fazem-nos companhia e são engraçados na sua simplicidade.

IMG_20170818_172149_1CS.jpg

Tirei esta foto hoje. Achei piada ao facto do pombo estar deitado numa estrada aqui perto da minha casa, mas é uma estrada onde só entra trânsito para estacionar.  

publicado às 17:09

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub