Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nota Dissonante

Se a vida te der limões faz uma limonada.

Nota Dissonante

Se a vida te der limões faz uma limonada.

18/11/19

Uma Dúvida

IMG_20191020_123850_1CS.jpg

Há tempos, comprei um sumo de laranja natural, no supermercado, daqueles em que se carrega num botão e a máquina espreme as laranjas no momento.

Como a garrafa está em bom estado, gostava de voltar a usá-la para o mesmo fim.

A minha dúvida é : será que a caixa registadora nota que aquele código de barras já foi usado e não o aceita, ou será que não há problema ?

publicado às 13:45
11/11/19

Seis Páginas

IMG_20191027_113959_1CS.jpg

Quando era adolescente, costumava comprar os livros em alfarrabistas porque eram mais em conta. Não me importava que não estivessem nas melhores condições desde que dessem para ler.

No entanto, num dos livros Os Cinco e a Ciganita faltavam três folhas, ou seja seis páginas que nunca tinha lido.

Há dias, deu-me para comprar o mesmo livro mas novinho em folha, com uma nova tradução e tudo. Claro que gostei do facto do livro não ter humidade, e adorei ler aquelas páginas que faltavam ler. Mas, fiquei pouco agradada com a tradução. Por exemplo, se antes as crianças usavam blusas, calções e sapatos com sola de borracha, tudo isso se transformou em T-shirts, calças de ganga e ténis. A criada passou a ser a cozinheira, o que não bate certo porque ela também limpava e arrumava a casa. Mais valia ser a empregada, digo eu. A palavra "cigano" só aparece uma vez na história toda. Enfim, um livro politicamente correto.

A continuarem a adulterar as histórias, Os Cinco ainda aparecem com telemóveis nos anos 40 e 50, para os adolescentes de hoje não ficarem traumatizados !

publicado às 09:37
04/11/19

O Recheio das Empadas

Às vezes, eu e os meus pais, quando íamos ao Algarve, ficávamos hospedados em casa de uma senhora de idade que era como se fosse da nossa família.

Numa dessas vezes, os meus pais lembraram-se de comprar um frango assado para o almoço, mas estranhamente a churrascaria estava fechada. Por isso, fomos a uma mercearia ali perto e comprámos empadas de galinha.

Já em casa, enquanto almoçávamos, diz a velhota :

- Eu não quis dizer nada, mas ainda bem que a churrascaria estava fechada porque a religião diz que hoje não se devem comer aves.

Pois, está explicado porque é que a churrascaria estava fechada...

Não sou religiosa por isso não faço ideia que dia era aquele, e se não estou em erro era um dia de verão.

Mas o que é que será que ela pensava que era o recheio das empadas ?

IMG_20181003_171647_2CS.jpg

publicado às 07:53
31/10/19

O Morcego

Aqui vai uma história apropriada para o dia de hoje.

Quando morava com os meus pais, víviamos num 6.º andar e, como a rua era barulhenta, tínhamos janelas duplas.

Certa vez, a minha mãe foi lavar uma janela que era pouco usada e encontrou um morcego morto no espaço entre a janela de origem, e a janela que mandámos colocar posteriormente. Ainda esteve para não me dizer nada porque sabia que eu ia ficar assustada, mas acabou por contar.

Não faço ideia como é que o morcego foi ali parar e calculo que tenha tentado sair. Como é que eu não dei por nada, visto que era a pessoa que mais usava aquela sala ?

IMG_20181021_123031_1CS.jpg

publicado às 08:52
29/10/19

O Azarado

Certa vez, na adolescência, deu-me para desenhar umas caveiras e outras cenas tétricas com lápis de carvão na escada do prédio onde morava, mas não queria que desconfiassem do Roberto ou da do Ataque. Por isso, desenhei principalmente no 2.º andar onde morava um rapaz uns dois ou três anos mais velho que eu e que se vestia de uma forma espalhafatosa.

Ia eu, os meus vizinhos do lado, e o Roberto a sair do prédio quando a filha da empregada da limpeza, que por vezes também lavava a nossa escada, nos abordou e perguntou com um ar enxofrado:

- Algum dos meninos andou a fazer desenhos na escada ?

Eu e os meus vizinhos do lado ( que sabiam que tinha sido eu ) não dissemos nada, mas o Roberto, na sua inocência, respondeu :

- Foi aquele gajo, o do brinquinho.

- Como é que pode ter sido ele, se ele nem sequer cá está ? - Argumentou ela.

- Ups ! - Pensei.

A partir daí não fiz mais desenhos.

Uns tempos depois, apanhei uma conversa do Brinquinho com um amigo do Roberto.

- Que idade é que ele tem ?

- Uns treze ou catorze anos.

- Então já tem idade para levar uns estalos. É que ele andou a fazer desenhos na escada para pensarem que tinha sido eu.

Percebi tudo, como o Roberto disse aquilo pensaram que tinha sido ele o autor dos desenhos e que queria culpar o outro.

IMG_20180901_164438_1CS.jpg 

publicado às 09:09

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.